Bem vindo ao meu universo! Neste blog você encontrará textos de uma garota de 21 anos, Ana Teresa Araújo Viana. Alguns textos são reflexões sobre diversos assuntos, outros são apenas o resultado de alguma madrugada inspiradora. Sem mais delongas, Deixa a Alma Respirar!







segunda-feira, 3 de maio de 2010

A falta que faz.


Saudades daquele tempo em que saber que se sabia não era necessário. Saudades de dormir um sono pesado e tranquilo, sensação de dever-cumprido, sem pensar no que devo ou não fazer amanhã. Saudades, muitas saudades, de quando responsabilidade era dar banho no cachorro, fazer os deveres do colégio. E só. A falta que faz aquele tempo, de brincadeiras, de risos, quando tudo era encanto, magia, ânsia em descobrir tudo. Desbravadores da existência. Saudades até mesmo da vontade de crescer depressa, dos inúmeros "não sou mais criança" ditos, da maturidade fingida. Vontade de voltar naqueles anos, espiar a garotinha que ainda brincava de bonecas. Vontade mesmo é de sussurrar em seus ouvidos, suavemente: "Aproveita, aproveita, porque o tempo é tesouro que não volta jamais." Mas, pensando bem, todo o encantamento se perderia, caso ela soubesse isso desde o princípio. Deixemos a menininha. Um dia ela vai saber.

Um comentário:

  1. Não é só você que sente o peso da responsabilidade! Peso que chega a doer sobre os ombros. Crescer dói e amadurecer também. E a dor que a alma sente não tem analgésico que cure. Às vezes tento um paleativo relembrando o passado assim como você faz, mas em mim a saudade não é tão nostálgica, ela me deixa triste e arrependida por não ter vivido mais intensamente a minha infância e adolescência. Sinto que deveria e poderia ter amado mais, estudado mais, feito e conservado mais amizades, adentrado mais em mim mesma e conhecido melhor meu próprio ser; conhecimento que hoje me ajudaria muito nos embates que travo comigo mesma na hora de falar, de educar, de viver, de amar...
    Não se sinta triste, Ana, nem lamente nada. Você pode não se dar conta disso, mas está no caminho certo. Vivendo sem excessos. Na medida certa. E... intesamente!

    ResponderExcluir

Esse espaço é seu. Exponha suas idéias, suas opiniões. Livremente, sem medo. Deixa a Alma Respirar!